fbpx

Concurso PRF: como funciona?

Você ainda tem dúvidas de como funciona o concurso PRF, futuro servidor?

Mesmo com as provas cada vez mais próximas, diversas dúvidas aparecem ao longo do processo. Por isso, o professor Alexandre Prado respondeu 37 dúvidas sobre como funciona o concurso PRF no programa O Especialista, no canal da Folha Dirigida.

Antes de tudo, saiba que são 1.500 vagas só no edital, fora a previsão de convocação de 2 mil aprovados até junho de 2022. Além disso, a remuneração inicial é de R$10.357,88.

Em resumo, é a carreira dos sonhos de muita gente! Por isso, é bom ficar esperto em relação às dúvidas esclarecê-las até o dia do exame.

Listamos tudo aqui, mas vale lembrar que você nunca deve deixar de ler o edital. Afinal, ele é o principal documento envolvendo um concurso público!

O que você vai encontrar nesse conteúdo:

Concurso PRF: como funciona os requisitos do candidato

1# Qual a idade máxima para o concurso PRF? A idade mínima é para quem se inscreve no concurso ou para quem assume o cargo?

Devido à Reforma da Previdência, o critério de idade foi alterado. Atualmente, é possível ficar no serviço público até os 65 anos de idade.

Em tese, é possível fazer a prova até os 65 anos. Se a pessoa já é servidora pública, pode fazer até os 70, em virtude da aposentadoria compulsória.

2# Tem limite de altura para mulheres e homens para PRF?

Não tem limite de altura para o concurso PRF. Contudo, em concursos militares aparecem restrições.

3# Como funcionam as cotas para o concurso PRF?

Tanto pessoas com deficiência quanto negros e pardos têm direito às cotas, conforme previsto em lei. Ao fazer a autodeclaração para cotas raciais, o candidato passa por uma comissão.

Se for considerado inapto, ele está eliminado.

4# Tatuagem e alargadores (brincos) são permitidos na PRF?

Se a tatuagem em questão não faz apologia a crimes, como seria o caso de um suástica, por exemplo, não há problema.

5# Passagem pela polícia impede a posse na PRF?

Segundo entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), estar respondendo inquérito administrativo não conta como passagem pela polícia. Por outro lado, ter sido condenado é um problema.

No entanto, estar envolvido em um inquérito policial pode trazer problemas durante o curso de formação. Na prática, pode ocorrer uma reprovação, a qual o candidato pode recorrer na justiça.

6# Quem não tem todos os dentes ou tem prótese pode concorrer?

Já aconteceu da Guarda Municipal do Rio de Janeiro fazer essa exigência em concurso público. Mas não é uma situação comum.

É importante ler o edital porque, se ele pede algo que não esteja previsto em lei, desproporcional ou incompatível com a função, o candidato deve entrar com uma impugnação.

7# O uso da barba e cabelo grande é livre na PRF?

Apesar de ser uma instituição civil, a PRF por vezes usava normas militares. Por exemplo, tanto a PF quanto a PRF participam do desfile militar do dia 7 de setembro, feriado da Independência.

Anteriormente, era permitido apenas bigode. Agora, não há mais problema.

8# Quem está com nome no SPC não pode assumir o cargo na PRF?

Também não há problema. Tanto o SPC quanto o Serasa são instituições privadas. Por outro lado, dívidas ativas podem trazer problemas.

A recomendação do professor é, se esse for o seu caso, pedir o parcelamento da dívida.

9# Todos precisam ter a CNH B? Carteira provisória serve? Pode ser tirada durante o concurso?

Nesse aspecto, a CNH precisa ter no mínimo a categoria B para a PRF. Mas não tem problema ser provisória, desde que esteja nessa categoria. Se não houve nenhuma infração, não há problema algum.

→ Assista aulas de Geopolítica para a PRF!

Concurso PRF: como funciona escolaridade e formação

10# Quem for sargento do exército tem alguma vantagem?

Sargento do exército não tem nenhum tipo de vantagem. Todavia, quando você passa pela investidura na Administração Pública, isto é, nomeação, posse e exercício, eles pedem o seu currículo.

Por que isso acontece?

Isso ajuda a fazer o enquadramento de acordo com a sua especialidade. Por exemplo, a corporação precisa de um instrutor de tiro e tem um policial rodoviário que era sargento militar com especialidade em tiro.

Por consequência, esse servidor pode vir a ser instrutor no curso de formação.

11# Curso “Superior Sequencial”, com carga horária de 800 horas, ou seja, 6 meses de curso, é aceito?

O requisito para a carreira de policial rodoviário federal é o curso superior. Ele pode ser:

  • Sequencial
  • Licenciatura
  • Bacharelado
  • Tecnólogo

A instituição precisa ser reconhecida pelo MEC. Importante ressaltar que o requisito de investidura no cargo é exigido no ato da posse. A única coisa exigida no ato da inscrição é a CNH.

12# Curso técnico em radiologia serve para PRF?

Se for de nível superior, sim.

13# Um soldado da PM pode fazer o concurso para PRF?

Desde que tenha nível superior e a CNH categoria B, não tem problema. Mas fique alerta: em algumas instituições militares, precisa de autorização do seu comando.

14# Formados na ESA podem prestar o concurso? Vale para a graduação?

A titularidade de sargento não equivale à graduação.

15# Diferença entre diploma e certificado influencia na posse na PRF?

O certificado de conclusão de curso vale, já que pode demorar para o diploma ficar pronto. Basta apresentar o documento assim que tiver ele em mãos.

16# Onde fica a academia do curso de formação da PRF?

A academia do curso de formação da PRF fica em Santa Catarina.

17# Quem estuda para PC RJ pode conciliar Trânsito para PRF?

Primeiramente, os editais são bem diferentes. No caso da Polícia Civil, metade da prova é composta de Português e Informática, enquanto a outra metade é composta de Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal.

A PRF tem matérias bem diferentes, como Física, Trânsito e RLM. Portanto, o professor não aconselha fazer essa mudança de foco.

Carreira Policial é uma carreira que as pessoas se dedicam. A Polícia Civil do Rio de Janeiro tem uma galera que está estudando”, alerta Alexandre Prado.

Dúvidas concurso PRF

Concurso PRF: como funciona a carreira

18# O policial permanece com aposentadoria integral?

Não, nenhum servidor tem aposentadoria integral. Atualmente, a aposentadoria é feita pela média das contribuições previdenciárias.

19# Como funciona a moradia da PRF?

Durante o curso de formação, o futuro policial recebe uma bolsa de 50% da remuneração. A moradia fica a cargo dele.

20# O que é lotação?

A lotação é onde o policial é alocado para desempenhar suas funções, de acordo com a sua classificação.

Os PRFs têm que se mudar de cidade toda hora? Ou você pode ficar numa cidade e se estabelecer, comprar uma residência?

Se você quer saber como funciona a lotação da PRF, tenha em mente que a primeira lotação tem caráter definitivo.

Porém, o que pode acontecer são operações transitórias. Nesse caso, você vai para o local da operação e depois volta para onde está lotado.

21# Existe a possibilidade de começar na área Militar para ir para PRF?

Não, pois para cada cargo existe um concurso diferente. Apesar de existirem servidores civis na área militar – cedidos – e servidores militares na área civil, o que vale é o vencimento e o local de lotação original.

22# Quanto tempo da prova até a posse no cargo?

Depende da sua classificação, do local para o qual passou e da sua turma no curso de formação da PRF.

No entanto, todos deverão estar investidos até o primeiro semestre de 2022, porque depois desse tempo questões eleitorais impedem a investidura.

23# Quando um PRF quer mudar de função, por exemplo, ser um agente, ele terá que fazer um novo concurso ou ele pode ser nomeado?

As atribuições na PRF são divididas de acordo com a classe. Ou seja, a cada nova classe, o policial ganha novas funções.

24# A partir de qual etapa recebe-se a remuneração na PRF?

No curso de formação. Durante a sua duração, o servidor tem direito à metade do subsídio.

25# Quanto tempo até chegar à classe de agente (máxima)?

Depende de cada agente. Isso porque depende também do curso de formação e, muitas das vezes, de aperfeiçoamentos.

Em resumo, o tempo mínimo varia porque pode acontecer a promoção por merecimento.

Concurso PRF: como funciona as etapas

26# Como é o exame médico que elimina? E o psicológico?

A dica do professor é pegar o edital e verificar as portarias que ele faz referência. Em seguida, levar no seu médico e verificar se você tem algum impedimento.

Por isso, para qualquer concurso: leia sempre com atenção o edital!

27# A pós-graduação conta ponto em qualquer área?

No concurso da PRF há a análise de títulos. Por consequência, há uma pontuação para cada um deles. Esses títulos contam como classificatórios, mas não eliminatórios.

28# O que seria a investigação social, com caráter eliminatório?

A investigação social com caráter eliminatório em um concurso público verifica se o candidato é um cidadão com antecedentes criminais e de boa conduta.

Para isso, as bancas checam uma série de requisitos nas respectivas polícias civis do estado e na justiça estadual e federal.

Caso seja encontrada alguma irregularidade, são pedidas explicações. Essa irregularidade pode ou não levar à eliminação.

29# Pedindo fim de fila pode adiar o TAF também?

O TAF é critério para os segmentos das etapas. Portanto, foque em fazer a prova e, quando chegar o momento, pedir o adiamento do curso de formação.

30# Em qual local do Rio de Janeiro é aplicado o TAF da PRF?

Segundo o professor Alexandre Prado, ele já viu provas serem aplicadas tanto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) quanto na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). No entanto, pouco importa onde o concurso acontecerá.

Possivelmente, será em um lugar com um campo com pista para a parte da corrida.

Por outro lado, uma coisa é certa: se você se inscreveu no Rio de Janeiro, sua prova será no Rio de Janeiro. Geralmente, acontece em universidades públicas, ainda mais quando é um concurso federal, ou até mesmo em estádios.

Mas mais importante que o local de prova é o clima no dia. Por exemplo, caso quem é do Rio de Janeiro precise fazer algumas etapas mais adiante em Brasília, pode sentir diferença.

Geralmente, para escolher os locais de prova, as bancas organizadoras buscam locais em que possam fazer parcerias. Em outras palavras, termos de cooperação que não geram mais gastos.

Ou seja, instituições federais vão procurar outras instituições federais no estado. O mesmo vale para as estaduais.

31# Meu concurso está suspenso. Ainda que não tenha experiência de estudo na área policial, devo fazer o concurso da PRF?

Essa dúvida surgiu de uma futura servidora que está estudando para o TJ-RJ. Na opinião do professor, não vale a pena. Além de ser um edital longo, as inscrições serão retomadas em algum momento.

Assim como a PF teve as provas adiadas para maio, o mesmo aconteceu com a PRF. Ainda assim, vários outros concursos estão sendo retomados. Por consequência, existem grandes chances do TJ-RJ retomar e as provas coincidirem.

32# Os exames médicos precisam ser realizados em laboratórios conveniados?

Essa informação vem especificada no edital, dependendo da instituição realizadora do concurso. Por exemplo, a PRF tem o seu próprio departamento médico.

No entanto, muitas vezes a banca pede exames complementares que podem ser feitos em laboratório particular. Em virtude dessas especificações, leia sempre o edital do seu concurso!

Nos concursos que não pedem exame médico nem tem o TAF como etapa, basta fazer os exames em laboratório particular e levar à instituição pública em questão.

33# Quem tem veículo com documentação atrasada no seu nome interfere na nomeação do candidato aprovado?

Segundo o professor, não tem problema. Apenas em casos de dívida ativa. Em contrapartida, dependendo do estado, a dívida prescreve a partir do segundo ou terceiro ano.

Se tiver inscrito, a dica de Alexandre Prado é pedir parcelamento para não perder a nomeação.

34# Quem fez curso de reciclagem por multa de não pagar o limite excedido em estacionamento, pode fazer a PRF?

Em caso de uma sanção que foi cumprida, não há problema. Todavia, se a pessoa não pode dirigir, isso prejudica o curso de formação. É preciso que esteja tudo certo com a carteira de motorista.

O que o professor Alexandre Prado recomenda é que, se essa for a sua situação, procurar um curso de reciclagem.

Dúvidas sobre o concurso PRF

Dicas para iniciantes

35# Tenho 36, ainda dá tempo?

Segundo o professor, o futuro servidor tem até 70 anos para prestar concurso público. “Pode começar a estudar que você vai passar”, ele afirma.

36# Quem tem menos de 18 anos já pode começar a estudar, para ter mais conhecimento para a PRF?

O professor acredita que sim, visto que a última investidura é em 2022. Se a pessoa tem 18 anos hoje, existe chance de até lá já ter 20 anos. Com o fim do governo atual e a possibilidade forte de vacância, já vale a pena começar a estudar.

37# É possível escolher o local de atuação?

Escolher o local de atuação depende da sua classificação.

Ajudamos a entender melhor como funciona o concurso PRF, futuro servidor? Se você tem outras dúvidas relacionadas a outros concursos, não deixe de acompanhar o Blog da Folha Dirigida!

Folha Cursos - PRF

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. marcos disse:

    Como assim uma última investidura é em 2022 ???vai ter concurso o ano que vem ou só em 2023 ?

  2. Jessica disse:

    Grata por esclarecer tudo sobre um PRF , meu filho tem apenas 07 aninhos e o sonho dele e ser um PRF , e estou com ele até o fim para realizá o sonho dele

    • Folha Dirigida disse:

      Olá. Tudo bem? Que bom que gostou do conteúdo! Continua acompanhando aqui o nosso blog que sempre trazemos dicas de preparação e estudos para concursos públicos. Abraços, Blog Folha Dirigida! 😀

  3. Cristina disse:

    Pelo amor de Deus, diz que eu entendi errado. Para o concurso da PRF e PF deve -se possuir já na inscrição a CNH?? Não pode ser na entrega de documentos caso complete todo o processo ou na última prova? Porque estou com as aulas ainda em andamento. Em outros concursos li que seria entregue no Final e não requesito para inscrição. Poderia me esclarecer, por favor? Seria um banho de água fria para mim e nem acho que faz sentido já exigir na inscrição para fazer a prova escrita apenas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *