fbpx

Como fazer um planejamento de estudos para OAB?

Está começando a preparação para o exame da Ordem dos Advogados do Brasil e não sabe por onde começar seu planejamento de estudos para a OAB?

Uma realidade é que a organização nos estudos é fundamental para uma preparação eficiente. Quando você estuda de qualquer jeito, acaba perdendo tempo.

O planejamento nos estudos para a OAB garante que você distribua seu tempo da maneira correta. Nem sempre dividir os horários das matérias de forma igual é a maneira mais eficaz. Sabia disso?

Uma dica é sempre priorizar aqueles conteúdos que têm maior peso ou são mais cobrados. Outro ponto de atenção são as matérias que você tem dificuldade.

Neste post você vai conferir dicas para organizar os estudos para a prova da Ordem. Mas antes, vamos às matérias e conteúdos mais cobrados.

O planejamento nos estudos para a OAB garante que você distribua seu tempo da maneira correta

O planejamento nos estudos para a OAB garante que você distribua seu tempo da maneira correta (Foto: Freepik)

Como é a estrutura do exame da OAB?

Se você ainda não sabe como funciona o exame da OAB, precisa ter em mente que ele é dividido em duas fases, que acontecem em datas diferentes.

1ª fase

Na 1ª fase, a prova tem cinco horas de duração e é composta por 80 questões de múltipla escolha.

Além das disciplinas obrigatórias no curso de Direito, essa prova também cobra alguns conhecimentos exigidos pela própria OAB.

Ao todo, são 17 matérias, que abrangem as seguintes áreas do Direito: Administrativo, Ambiental, Civil, Constitucional, do Consumidor, do Trabalho, Empresarial, Internacional, Penal e Tributário.

Além de Direitos Humanos, Estatuto da Criança e do Adolescente, Ética, Filosofia do Direito, Processo Civil, Processo do Trabalho e Processo Penal.

Para ser aprovado, é necessário acertar, no mínimo, 50% do exame, ou seja, 40 questões.

2ª fase

Os aprovados na 1ª fase podem realizar a 2ª fase. Nesta etapa, há algumas singularidades, e uma delas é a possibilidade de consulta.

Durante a prova, os candidatos poderão consultar legislação, súmulas, orientações jurisprudenciais, enunciados e precedentes normativos – desde que não estejam com anotações ou comentários.

Outra diferença é no conteúdo cobrado na prova, que poderá ser escolhido entre as seguintes áreas do Direito:

  • Administrativo
  • Civil
  • Constitucional
  • do Trabalho
  • Empresarial
  • Penal
  • Tributário

A dica é que você faça a escolha da área por afinidade, pois isso lhe trará mais motivação para estudar.

Essa prova tem valor de 10 pontos, divididos da seguinte forma: 5 pontos para a redação da peça profissional e 1,25 ponto para cada questão dissertativa.

Para ser aprovado, é preciso de, no mínimo, 6 pontos.

Quais são as matérias com maior peso?

A dificuldade do exame da Ordem está na quantidade de matérias cobradas, mas com um planejamento correto é possível organizar seus estudos da maneira eficiente e completa.

O ideal é que você dedique mais tempo para as matérias com mais peso, além daquelas que você tem mais dificuldade.

Patsy Schlesinger, professora de Direito Processual Civil da FGV/Rio, aponta que, na 1ª fase, sete matérias representam 58,75% da prova. São elas:

  • Direito Administrativo
  • Direito Civil
  • Direito Constitucional
  • Direito Penal
  • Ética
  • Processo Civil
  • Processo Penal

Com essa informação, é possível dividir seu tempo de forma proporcional, dando maior ênfase nos conteúdos mais cobrados.

Isso não quer dizer que não é necessário estudar os outros conteúdos, mas sim que você pode distribuir a sua atenção de uma maneira mais efetiva.

Matérias com maior peso na primeira fase do exame da ordem

Quais são os assuntos mais cobrados no exame da OAB?

Com base nas sete matérias do tópico anterior, que têm maior peso dentro da prova, a professora elencou os cinco assuntos mais cobrados em cada uma. Confira:

Direito Administrativo

  1. Agentes Públicos
  2. Serviços Públicos
  3. Intervenção do Estado na Propriedade
  4. Improbidade Administrativa
  5. Organização Administrativa

Direito Civil

  1. Direito das Sucessões
  2. Contratos em Espécie
  3. Direito das Coisas
  4. Direito de Família
  5. Direito das Obrigações

Direito Constitucional

  1. Controle de Constitucionalidade
  2. Direitos Individuais
  3. Ações Constitucionais
  4. Organização do Estado
  5. Ordem Social

Direito Penal

  1. Crimes em Espécie
  2. Tipicidade
  3. Crime Consumado e Tentativa
  4. Concurso de Crimes
  5. Extinção da Punibilidade

Ética

  1. Órgãos da OAB
  2. Direitos e Prerrogativas do Advogado
  3. Honorários Advocatícios
  4. Infrações e Sanções Disciplinares
  5. Processo Disciplinar

Processo Civil

  1. Recursos em Espécie
  2. Processo de Execução e Cumprimento de Sentença
  3. Procedimentos Especiais
  4. Formação do Processo e Petição Inicial
  5. Audiência Preliminar de Conciliação ou Mediação

Processo Penal

  1. Recursos
  2. Provas
  3. Ação Penal
  4. Prisão e Liberdade Provisória
  5. Jurisdição e Competência

Como iniciar o planejamento de estudos para a prova OAB?

Segundo Schlesinger, é importante conhecer a prova e a banca organizadora antes de começar os estudos.

Atualmente, a organização da prova está sob responsabilidade da Fundação Getulio Vargas (FGV). A professora indica que você olhe as provas anteriores de banca.

Com isso, será possível:

  • Observar a estrutura da prova
  • Entender como são os enunciados
  • Saber a forma que o conteúdo é cobrado

Na hora de estudar os conteúdos, você pode utilizar apostilas, anotações de cadernos, o texto da Lei e até mesmo as jurisprudências – que são os entendimentos dos Tribunais sobre uma determinada questão.

Por onde estudar para o exame da ordem

Como criar um cronograma de estudos? 

A rotina de um estudante universitário já exige tempo e dedicação. Para aqueles que trabalham ou estagiam, o tempo disponível para estudar para o exame da OAB pode ser curto.

Por isso, é necessário criar um cronograma de estudos. A professora indica que você coloque metas no seu planejamento.

Estabeleça metas a serem cumpridas e não se esqueça dos exercícios, revisões e simulados, aconselha a professora da FGV.

Para começar o cronograma, você precisa definir a data do exame. Normalmente, a prova acontece três vezes por ano.

Após a definição da data, você vai saber quanto tempo tem para estudar. Para quem tem condições financeiras, a professora conta que é interessante procurar um bom curso preparatório.

O seu cronograma de estudos vai depender da sua disponibilidade de tempo. Defina quantas horas por dia tem disponível para estudar.

A partir disso, você vai distribuindo as matérias que precisa estudar, dando prioridade para aquelas com maior peso e as que você têm mais dificuldade.

Durante os estudos, não esqueça de revisar os conteúdos. Além de ajudar a fixar os conteúdos, a revisão melhora a memorização e o desempenho na resolução de questões.

Dicas para realizar o exame da OAB

Para as questões discursivas, a professora explica que é necessário ler atentamente o enunciado da questão.

Antes de começar a escrever, é importante esquematizar a resposta. Uma dica é indicar os dispositivos legais pertinentes ao que está sendo desenvolvido. No entanto, você deve ser direto.

De acordo com Patsy, você não deve abordar assuntos que não fazem parte da resposta.

Já nas questões objetivas, além de ler o enunciado com atenção, você precisa ter cuidado com as alternativas que vai marcar.

Se não sabe a resposta, dê um tempo. Elimine as respostas erradas em cada questão e fique atento a palavras que podem confundir, finaliza a professora.

Vai fazer o Exame da Ordem? Comece a preparação AGORA!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *