fbpx

Como montar uma sessão de estudos produtiva?

Antes de tudo, saber montar uma sessão de estudos produtiva é um dos primeiros passos da sua preparação para concurso público. Nesse sentido, você sabe como organizar a sua?

Segundo o professor Douglas Schneider, o ideal é que cada sessão de estudos tenha duração de uma hora, no máximo uma hora e meia.

No entanto, isso não significa dizer que será necessária apenas uma hora de estudos diária para passar em concurso público. Pelo contrário. A ideia é que sejam feitas várias sessões de estudo ao longo do seu dia.

Neste post, o professor explicou como montar a sessão de estudos ideal. Confira!

Sessão de estudos

Douglas Schneider indica que o futuro servidor faça cerca de quatro sessões de estudo, com uma hora cada, por dia (Foto: Pexels)

O que é uma sessão de estudos?

Em resumo, uma sessão de estudos é basicamente o momento em que você para para estudar.

Na hora de organizar sua preparação, o professor Douglas recomenda se planejar da seguinte forma: para quatro sessões de estudo, de uma hora cada, para quem trabalha, e seis sessões de estudo para quem pode se dedicar apenas a estudar para o concurso almejado.

Em relação à estrutura dessa sessão de estudo, o diretor acadêmico da Folha Dirigida recomenda dividir essa uma hora da seguinte forma:

  • Estudo: 25 a 30 minutos
  • Questões: 10 minutos
  • Revisão: cinco minutos
  • Registro: cinco minutos
  • Descanso: 5-10 minutos

Apesar de acreditar que uma hora seja o tempo ideal para produzir com eficiência, ele também elaborou uma versão de uma hora e meia para quem preferir:

  • Estudo: 40-45 minutos
  • Questões: 20 minutos
  • Revisão: 10 minutos
  • Registro: 5 minutos
  • Descanso: 10 minutos

Estudo

A hora do estudo é o momento de entrar em contato, pela primeira vez, com um determinado conteúdo de uma disciplina. Isso pode ser feito através de videoaulas, PDFs, livros e materiais didáticos que te apresentem determinada matéria.

Porém, mais do que apenas assistir ou ler o conteúdo, também é necessário ter um estudo ativo. Ou seja, produzir o material que, futuramente, será utilizado na revisão.

Esses materiais podem ser:

Apesar de muitos lugares venderem esses materiais, produzir o seu próprio será muito mais eficiente:

Quando você anota com as suas próprias palavras, você vai lembrar porque foi a sua interpretação daquilo que o professor disse ou daquilo que o material escrito estava trazendo para você, explica Douglas Schneider.

Ou seja, na hora da prova será muito mais fácil resgatar aquela informação no seu cérebro, assim superando efeitos como os causados pela curva do esquecimento.

Questões

Na resolução de questões, é hora de colocar em prática o que foi visto durante os estudos. Em outras palavras, ver de fato como aquele conteúdo que você acabou de aprender pode ser cobrado na sua prova.

Não interessa se nesses 10 minutos você conseguir fazer uma ou cinco questões, nem quantidade de acertos ou erros. A ideia principal é ver aplicação da matéria na prática, se surgiram eventuais dúvidas e se você de fato compreendeu aquele conteúdo.

“O intuito não é que você faça uma bateria enorme e exaustiva de questões, mas que você entre em contato com questões. Sempre faça questões”, reforça Douglas Schneider.

sessão de estudos

Revisão

Por fim, a revisão é o momento de pegar aquele conteúdo que você acabou de produzir e ler. Quem produz esse material está muito mais a frente do que quem volta ao material de origem para ler ou assistir tudo de novo.

Uma revisão que poderia levar cerca de meia hora, poderá ser de cinco minutos. Afinal, já estarão ali anotados os pontos principais de cada conteúdo, em vez de ter que rever tudo novamente. Assim, você estará tornando seu estudo muito mais eficiente.

Além dessa revisão durante a sessão de estudos, o professor também indica utilizar a revisão 24/7/30.

Sua recomendação é revisar por meia hora em um horário, como o de almoço, o conteúdo visto no dia anterior. Já aos sábados, ver todo o material produzido na semana, deixando o domingo para um estudo mais leve ou descanso.

Por fim, fazer uma grande revisão mensal com tudo visto nos últimos 30 dias.

Muitos candidatos também revisam todo o conteúdo programático da prova na semana antes do exame, técnica esta que funciona para diversas pessoas.

> Confira aulas e mais dicas no nosso canal

Registro

Douglas Schneider acredita que esse possa ser o grande diferencial nos seus estudos. Como o próprio nome diz, esta é a hora de registrar como foi aquela sessão de estudos. Quantas questões fez, quais acertou, a minutagem da aula em que parou.

Isso ajudará no controle e na eficiência, na medida em que você poderá retomar o estudo literalmente de onde parou, além de conseguir identificar com facilidade seus pontos fortes e fracos para, no futuro, trabalhá-los.

Descanso

Em vez de simplesmente emendar uma sessão de estudos na outra, o descanso é muito mais recomendado. Dar esse pequeno intervalo para o seu cérebro será fundamental para que ele recarregue as energias para produzir com muito mais eficiência na próxima sessão de estudos.

No entanto, Douglas Schneider não recomenda o uso de telas, como celular ou TV. Inclusive, a dica que ele dá é deixar o celular em outro cômodo na hora dos estudos. Justamente para evitar distrações.

Estudar em um espaço mais tranquilo e silencioso, ainda que por menos tempo, será muito mais eficiente do que passar quatro horas em um local que não te permite ter concentração e foco no que está fazendo.

Ainda que seja difícil, na hora da sua sessão de estudos, procure se afastar de obrigações como lavar a louça, cuidar das crianças ou de um animal de estimação.

Em suma, as premissas que ele recomenda ter em mente para a preparação para concursos são:

  • Pequenos passos
  • Estudo ativo
  • Múltiplas fontes
  • Materiais simples
  • Estudo planejado

Agora você já sabe como produzir a sua sessão de estudos! Conta pra gente: qual o concurso dos seus sonhos?

Folha Cursos

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. amei, preciso começar á estudar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *